quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Avaliação - Caio F Abreu

(...) bem longe daqui, onde ninguém me conhecesse,
onde não me tratassem com consideração apenas por eu ser “o filho de fulano”
ou “o neto de beltrano”.
Onde eu pudesse experimentar por mim mesmo as minhas asas para descobrir,
enfim, se elas são realmente fortes como imagino.
E se não forem, mesmo que quebrassem ao primeiro voo,
mesmo que após um certo tempo eu voltasse derrotado, ferido, humilhado
- mesmo assim restaria o consolo de ter descoberto que valho o que sou."

2 comentários:

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Adélia, essa sua postagem é muito bem colocada. Autoestima é fundamental, não é?
Beijo no coração.
Manoel.

Adélia Nenevê disse...

Oi Manoel !
Muito obrigada por sempre visitar meu blog, tbém concordo, autoestima é tudo !
Felicidades e tudo de bom !

Adélia