quarta-feira, 2 de março de 2011

A lei do carma ou de causa e efeito - Deepak Chopra

O carma é, ao mesmo tempo, a ação e a consequência dela.
Todos já ouviram a expressão:
"Colherás aquilo que semeastes"
Se quisermos felicidade em nossa vida,
precisamos aprender a semear felicidade.
Portanto, a lei do carma implica a ação de fazer escolhas conscientes.
Quando escolhemos ações que levam a felicidade
e sucesso aos outros,
o fruto do nosso carma será o mesmo.
A cada momento temos acesso a uma infinidade de escolhas.
Algumas delas são feitas de forma consciente, outras não.
Infelizmente, muitas de nossas escolhas,
por terem sido feitas sem consciência,
não nos parecem escolhas - no entanto, são.
(...)
A melhor forma de usar a "lei do carma"
é se distanciar e testemunhas as escolhas que você está fazendo a cada momento.
Quando fizer uma opção, pergunte a si mesmo duas coisas:
" Quais são as consequências dessa escolha?" e
" Será que a escolha que estou fazendo vai trazer felicidade para mim
e para os que me cercam?"
Sempre há uma opção que vai criar o máximo de felicidade
para você e seu entorno.
Essa opção é a ação espontânea e correta,
porque é a AÇÃO que alimenta a você
e a todos os outros influenciados por ela.

in " As Sete Leis Espitituais para o Sucesso" pág. 51/52

Um comentário:

Eduardo disse...

"...se distanciar e testemunhar as escolhas que você está fazendo a cada momento..."
Dificilimo fazer isso, mas tremendamente terapeutico. Arrisco dizer que sozinho, sem incentivo divino e uma boa dose de humildade, não se tem uma visão clara de causa e efeito.
Aliás, "lei do carma" é um termo exoterico, com suas implicações espiritualistas a respeito de reencarnações. Não parece ter muito a ver com a analise presente da coisa. Quero dizer que, mesmo sem acreditar nesta religião, é possível ver a relação causa-consequencia no cotidiano de nossas escolhas. Mas isso é outro papo.